quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Festa de aniversário com crianças ociosas? Não vai dar certo!

Rodinha de violão - Estimula Kids


Ao planejar a festa do filho, a mãe coloca em mente as cores da decoração, sabores dos doces e bolo, tema, cardápio, etc.
Muitos pais reclamam que fazer festa em casa é um caos, pois as crianças não param de correr, mexe em tudo, tem briga e até se machucam.
Não precisa e não deve ser esse caos.
Basta apenas uma criança para começar a bagunça, na festa sempre tem mais de uma e quando se encontram começam a correr, correr, correr...
É normal criança correr, faz bem, diverte, ela tem a saúde muito boa e muita energia. Desde que não seja na sua casa, no seu quarto, na sua cozinha, no condomínio incomodando outros moradores, certo?
Para os pais curtir a festa sem se preocupar com os filhos, sugiro o NÃO ao ócio nas festas infantis.
Não basta, apenas, o tema do desenho favorito de seu filho, a mesa linda, comidinhas gostosas. As crianças convidadas precisam de atividades com os amigos.
Para os pequenos até 2 anos, sugiro a rodinha de violão e contação de histórias.
Cantinho Estimula Kids
Os maiores de 3 à 7 anos, vão adorar oficinas e brincadeiras dirigidas, pode ser um tio que estiver à disposição de brincar e  que tenha paciência com as crianças ou contrate monitores com atividades diferenciadas. 
Corrida do saco - Estimula Kids
Chá de Bonecas - Estimula Kids

Para os grandinhos de 8 à 11 anos, invista em uma comemoração no estilo de baladinha, drinks (sem álcool, claro) coloridos, milk shake e contrate um Dj que trabalhe com crianças, pois por mais que sejam "grandinhos", ainda são crianças e criança não deve ouvir certos tipos de música, na verdade nem nós adultos, rs, mas isso fica para outro caso.
Acredite, depois de tanta diversão os pequenos vão dormir como anjinhos e os pais com a sensação de missão cumprida com a casa inteira, sem nada quebrado.

Festa para Brincar!

Realizamos a festa para comemorar 4 anos de um menino lindo.
Ele realmente nos cativou. Com toda sua doçura, entusiasmo e pureza.
Trabalhar com crianças realmente é encantador!!

O tema da festa foi Power Ranger, ele adora o verde. Estava fantasiado, muito lindo!
As crianças foram fantasiadas também, todas lindas.

Nessa festa teve Brincadeira do saco, Corrida do ovo, Seu lobo, Pega pega, Corre Cutia e muito mais.

Fizemos um robô de sucata, a imaginação foi a mil, todos adoraram!

E é claro que não pode faltar as comidinhas deliciosas: Hot dog, Milho no palito, Pipoca, Nuggets de frango, Batatinhas, Suquinhos.

















































Ser Pedagogo

Ser Pedagogo não é apenas ser Professora, Mestre, Tia, Coordenadora, Supervisora, Orientadora, Dona de escola.
É mais do que isso.
É ser Responsável.
Ser Pedagogo é ter coragem de enfrentar uma sociedade deturpada, equivocada sem valores morais nem princípios.
Ser Pedagogo é ser valente, pois sabemos das dificuldades que temos em nossa profissão em nosso dia a dia.
Ser Pedagogo é saber conhecer seu caminho, sua meta, e saber atingir seus objetivos.
Ser Pedagogo é saber lidar com o diferente, sem preconceitos, sem distinção de cor, raça, sexo ou religião.
Ser Pedagogo é ter uma responsabilidade muito grande
nas mãos.
Talvez até mesmo o futuro...
Nas mãos de um Pedagogo concentra- se o futuro de muitos médicos, dentistas, farmacêuticos, engenheiros, advogados, jornalistas, publicitários ou qualquer outra profissão...
Ser Pedagogo é ser responsável pela vida, pelo caminho de cada um destes profissionais que hoje na faculdade e na sociedade nem se quer lembram que um dia passaram pelas mãos de um Pedagogo.
Ser Pedagogo é ser mais que profissional, é ser alguém que acredita na sociedade, no mundo, na vida.
Ser Pedagogo não é fácil, requer dedicação, confiança e perseverança.
Hoje em dia ser Pedagogo em uma sociedade tão competitiva e consumista não torna-se uma profissão muito atraente, e realmente não é.
Pois os valores, as crenças, os princípios, os desejos estão aquém do intelecto humano.
Hoje a sociedade globalizada está muito voltada para a vida materialista.
As pessoas perderam- se no caminho da dignidade e optaram pelo atalho da competitividade, é triste pensar assim, muito triste pois este é o mundo dos nossos filhos, crianças que irão crescer e tornar- se adultos.
Adultos em um mundo muito poluído de idéias e sentimentos sem razão.
Adultos que não sabem o que realmente são.
Alienados, com interesses voltados apenas pelo Ter e não pelo Ser.

Ser Pedagogo é ter a missão de mudar não uma Educação retorcida, mas ser capaz de transformar a sociedade que ainda está por vir.
Pode ser ideologia pensar assim, mas como Pedagogos temos a capacidade de plantar hoje nesta sociedade tão carente de valores, sementes que um dia irão florescer.
E quem sabe essa mesma sociedade que hoje é tão infértil possa colher os frutos que só a Pedagogia pode dar.