segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Dia NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO - 14 de Novembro

Eu amo alfabetizar, alfabetizar é criar meios para percorrer o mundo sem fronteiras.


" Se não morre aquele que escreve um livro ou planta uma árvore, com mais razão ainda não morre o Educador que semeia a vida e escreve na alma."
Bertold Brechet


Tenta imaginar a sua vida, com tudo que você tem, com o dinheiro que ganha, mas sem saber ler. Tudo sumiria  em um passe de mágicas não é?
Aqueles livros que leu para conhecer melhor o seu bebê, aquela receita deliciosa que todos amaram em sua casa, a blusa que levou a mais ao sair de casa, pois leu que iria esfriar, o sms que recebeu da amiga avisando que atrasaria. Nossa, são inúmeras coisas que fazemos na vida por saber ler.
Não há desenvolvimento econômico e social sem a Educação.


É preciso valorizar o Professor que ensina a criança a ler, merecem todo nosso apoio, cooperação e respeito.


Se o seu filho apresenta alguma dificuldade, não culpe o professor, antes de qualquer atitude procure entender o que se passa. Deve se dar atenção maior à criança que apresenta dificuldade, qualquer dificuldade mau interpretada nessa fase de alfabetização, refletirá ao longo do processo e da vida, comprometendo a sua auto estima.


Aprender a ler dá a capacidade da criança garantir a Autonomia. Essa que considera a criança à atuar na construção de seus próprios conhecimentos, valorizar suas experiências, reflexão, participar e assumir responsabilidades.
Não se trata apenas de crianças, mas também de muitos adultos que aprenderam a ler e a escrever.



Segundo a Constituição Brasileira, no artigo 205:

“A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando o pleno desenvolvimento dapessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.”



Existem diversos métodos para alfabetizar crianças, jovens e adultos. No Brasil, os mais utilizados são o método global e métodos tradicionais, como o alfabético-silábico e o fônico. Por outro lado, muitos alfabetizadores brasileiros, das redes pública ou privada, preferem a teoria do construtivismo como base para a alfabetização.


Clique aqui para conhecer.


Conheça também as etapas da Alfabetização clicando aqui


E saiba também as diferenças entre alfabetização e letramento clicando aqui


E dia 8 de Setembro comemora-se o dia Mundial da alfabetização, clique aqui e veja também.

Ser Pedagogo

Ser Pedagogo não é apenas ser Professora, Mestre, Tia, Coordenadora, Supervisora, Orientadora, Dona de escola.
É mais do que isso.
É ser Responsável.
Ser Pedagogo é ter coragem de enfrentar uma sociedade deturpada, equivocada sem valores morais nem princípios.
Ser Pedagogo é ser valente, pois sabemos das dificuldades que temos em nossa profissão em nosso dia a dia.
Ser Pedagogo é saber conhecer seu caminho, sua meta, e saber atingir seus objetivos.
Ser Pedagogo é saber lidar com o diferente, sem preconceitos, sem distinção de cor, raça, sexo ou religião.
Ser Pedagogo é ter uma responsabilidade muito grande
nas mãos.
Talvez até mesmo o futuro...
Nas mãos de um Pedagogo concentra- se o futuro de muitos médicos, dentistas, farmacêuticos, engenheiros, advogados, jornalistas, publicitários ou qualquer outra profissão...
Ser Pedagogo é ser responsável pela vida, pelo caminho de cada um destes profissionais que hoje na faculdade e na sociedade nem se quer lembram que um dia passaram pelas mãos de um Pedagogo.
Ser Pedagogo é ser mais que profissional, é ser alguém que acredita na sociedade, no mundo, na vida.
Ser Pedagogo não é fácil, requer dedicação, confiança e perseverança.
Hoje em dia ser Pedagogo em uma sociedade tão competitiva e consumista não torna-se uma profissão muito atraente, e realmente não é.
Pois os valores, as crenças, os princípios, os desejos estão aquém do intelecto humano.
Hoje a sociedade globalizada está muito voltada para a vida materialista.
As pessoas perderam- se no caminho da dignidade e optaram pelo atalho da competitividade, é triste pensar assim, muito triste pois este é o mundo dos nossos filhos, crianças que irão crescer e tornar- se adultos.
Adultos em um mundo muito poluído de idéias e sentimentos sem razão.
Adultos que não sabem o que realmente são.
Alienados, com interesses voltados apenas pelo Ter e não pelo Ser.

Ser Pedagogo é ter a missão de mudar não uma Educação retorcida, mas ser capaz de transformar a sociedade que ainda está por vir.
Pode ser ideologia pensar assim, mas como Pedagogos temos a capacidade de plantar hoje nesta sociedade tão carente de valores, sementes que um dia irão florescer.
E quem sabe essa mesma sociedade que hoje é tão infértil possa colher os frutos que só a Pedagogia pode dar.