terça-feira, 16 de agosto de 2011

Festa de acordo com a idade - 1 Ano

Se tratando de crianças, cada idade tem suas particularidades e expectativas. É preciso respeitá-las, não pular etapas seja em qualquer ocasião, inclusive nas festas de aniversário.


Um guia rápido para você montar de maneira especial e de acordo com a idade de seu filho, as festas de aniversário.

1 Ano

Bebê - Egocentrismo - Quer atenção individual - Adora as brincadeiras dos pais e das pessoas que está acostumado.

Para o bebê não importa o tamanho da comemoração, o importante é celebrar. Um bolinho em casa com os parentes mais próximos conquistará belas recordações. O bebê se sentirá mais tranquilo ao lado das pessoas que ele está acostumado.

Horário - Manhã antes do almoço ou à tarde após o horário da soneca, um horário que o  bebê esteja descansado. Tudo dependerá de sua rotina.
Não é ideal festas com um longo tempo de duração, três horas é o suficiente.

Tema - Aproveite que você tem o privilégio de escolher o tema. Temas neutros são ideais nessa fase, você pode trabalhar somente com cores ou escolher temas de bichinhos, circo, floresta.

Convite - Pode ser algo com a foto do aniversariante (para os pais que gosta) ou nas cores do tema da festa. O importante é virar uma recordação para os convidados mais próximos.

Recreação - Para os bebês vale montar um tapete de EVA e alguns brinquedos especiais para a faixa etária, não se esqueça de colocar uma música com poucas notas e ideal para a faixa etária, verifique o volume do som. Piscina de bolinha pequena também faz sucesso.

O que servir - Sanduíches simples e fáceis de morder. Evite refrigerante, suco natural é sempre o melhor. 

Lembrancinhas - Se os convidados também for bebês, vale livrinhos de história, copos infantis ou objetos que os pais vão gostar também. Para as crianças mais velhas convidadas, livros de colorir, kits com balinhas, já faz sucesso.
A nossa oficina de carimbinho de mão na tela, faz sempre sucesso e é uma lembrança para a vida toda!

Lembre-se - Deixar trocador, fraldas e lenços umedecidos à disposição dos convidados. Oferecer um local tranquilo para os bebês mamar ou dormir. Não deixar nenhum objeto perigoso ou pequeno ao alcance dos bebês. Cuidado com bexigas, pois o barulho pode assustar e as estouradas jogadas pelo chão, pode ser perigoso.

Peça mais informações sobre a nossa festa de bebê - estimulakids@estimulakids.com
www.estimulakids.com.br

Ser Pedagogo

Ser Pedagogo não é apenas ser Professora, Mestre, Tia, Coordenadora, Supervisora, Orientadora, Dona de escola.
É mais do que isso.
É ser Responsável.
Ser Pedagogo é ter coragem de enfrentar uma sociedade deturpada, equivocada sem valores morais nem princípios.
Ser Pedagogo é ser valente, pois sabemos das dificuldades que temos em nossa profissão em nosso dia a dia.
Ser Pedagogo é saber conhecer seu caminho, sua meta, e saber atingir seus objetivos.
Ser Pedagogo é saber lidar com o diferente, sem preconceitos, sem distinção de cor, raça, sexo ou religião.
Ser Pedagogo é ter uma responsabilidade muito grande
nas mãos.
Talvez até mesmo o futuro...
Nas mãos de um Pedagogo concentra- se o futuro de muitos médicos, dentistas, farmacêuticos, engenheiros, advogados, jornalistas, publicitários ou qualquer outra profissão...
Ser Pedagogo é ser responsável pela vida, pelo caminho de cada um destes profissionais que hoje na faculdade e na sociedade nem se quer lembram que um dia passaram pelas mãos de um Pedagogo.
Ser Pedagogo é ser mais que profissional, é ser alguém que acredita na sociedade, no mundo, na vida.
Ser Pedagogo não é fácil, requer dedicação, confiança e perseverança.
Hoje em dia ser Pedagogo em uma sociedade tão competitiva e consumista não torna-se uma profissão muito atraente, e realmente não é.
Pois os valores, as crenças, os princípios, os desejos estão aquém do intelecto humano.
Hoje a sociedade globalizada está muito voltada para a vida materialista.
As pessoas perderam- se no caminho da dignidade e optaram pelo atalho da competitividade, é triste pensar assim, muito triste pois este é o mundo dos nossos filhos, crianças que irão crescer e tornar- se adultos.
Adultos em um mundo muito poluído de idéias e sentimentos sem razão.
Adultos que não sabem o que realmente são.
Alienados, com interesses voltados apenas pelo Ter e não pelo Ser.

Ser Pedagogo é ter a missão de mudar não uma Educação retorcida, mas ser capaz de transformar a sociedade que ainda está por vir.
Pode ser ideologia pensar assim, mas como Pedagogos temos a capacidade de plantar hoje nesta sociedade tão carente de valores, sementes que um dia irão florescer.
E quem sabe essa mesma sociedade que hoje é tão infértil possa colher os frutos que só a Pedagogia pode dar.