segunda-feira, 16 de maio de 2011

Maria Caipira - As meninas ficarão lindas!!!

Avental + Chapéu Maria Caipira: R$ 80,00
Super prático, para usar por cima de qualquer roupinha!
Pedidos por encomenda até dia 20 de maio.
Entregas a partir do dia 1º de junho.

Clique e compre no www.mariaflorzinha.com.br ou ligue para (11) 3881-0080.

Não acho bonitinho criança namorar

Ontem, no Fantástico, achei péssimo aquela matéria com o menino de 6 anos beijando e vídeos com crianças de "namoricos".
Os pais devem se conscientizar que Criança deve ser Criança, curtir esse momento extremamente importante e decisivo na vida do ser humano, mantendo a sua inocência natural.
Tanto se fala sobre "queimar" etapas na Infância e uma emissora como a Globo coloca uma matéria assim como se fosse bonitinho.
Não tem nada de bonitinho uma criança brincar de namoro, pois para ela está brincado, criança brinca. Não é o real para ela, mas um dia será e não com essas expectativas que teve na infância. Não será o "catador" como muitos falaram por aí.
Imagino agora o número de pais e mães que estão fazendo vídeos de seus filhos beijando meninas e colocando na internet.
Isso cria no menino uma expectativa irreal, onde acredita que deve ter um monte de namoradas e desrespeitar as mulheres para ser o bom. E não é assim para ninguém, trazendo muitas consequências e frustrações na vida adulta.
Repensem.
http://fantastico.globo.com/Jornalismo/FANT/0,,MUL1662102-15605,00-VIDEO+COM+O+PRIMEIRO+BEIJO+DE+MENINO+DE+ANOS+FAZ+SUCESSO.html
Nunca ensinarei os meus filhos (meninos) a beijarem meninas, quero que se torne um homem que respeite a mulher. Não vou estimular à esse desrespeito que existe com a mulher hoje.

Não estou dizendo que devemos esconder tudo das crianças, elas devem saber de tudo, mas cabe aos pais levá-las à um pensamento consciente.

Ela sabe que as pessoas se beijam, pois assistem novelas, filmes, etc., porém não é ideal e nem próprio para a idade dela que ela beije o coleguinha no escola.

Essa é a minha opinião, respeito todas. Porém com vasta experiência Profissional e Formação, é o que pude concluir.

Atenciosamente,

Kelly Holanda

Ser Pedagogo

Ser Pedagogo não é apenas ser Professora, Mestre, Tia, Coordenadora, Supervisora, Orientadora, Dona de escola.
É mais do que isso.
É ser Responsável.
Ser Pedagogo é ter coragem de enfrentar uma sociedade deturpada, equivocada sem valores morais nem princípios.
Ser Pedagogo é ser valente, pois sabemos das dificuldades que temos em nossa profissão em nosso dia a dia.
Ser Pedagogo é saber conhecer seu caminho, sua meta, e saber atingir seus objetivos.
Ser Pedagogo é saber lidar com o diferente, sem preconceitos, sem distinção de cor, raça, sexo ou religião.
Ser Pedagogo é ter uma responsabilidade muito grande
nas mãos.
Talvez até mesmo o futuro...
Nas mãos de um Pedagogo concentra- se o futuro de muitos médicos, dentistas, farmacêuticos, engenheiros, advogados, jornalistas, publicitários ou qualquer outra profissão...
Ser Pedagogo é ser responsável pela vida, pelo caminho de cada um destes profissionais que hoje na faculdade e na sociedade nem se quer lembram que um dia passaram pelas mãos de um Pedagogo.
Ser Pedagogo é ser mais que profissional, é ser alguém que acredita na sociedade, no mundo, na vida.
Ser Pedagogo não é fácil, requer dedicação, confiança e perseverança.
Hoje em dia ser Pedagogo em uma sociedade tão competitiva e consumista não torna-se uma profissão muito atraente, e realmente não é.
Pois os valores, as crenças, os princípios, os desejos estão aquém do intelecto humano.
Hoje a sociedade globalizada está muito voltada para a vida materialista.
As pessoas perderam- se no caminho da dignidade e optaram pelo atalho da competitividade, é triste pensar assim, muito triste pois este é o mundo dos nossos filhos, crianças que irão crescer e tornar- se adultos.
Adultos em um mundo muito poluído de idéias e sentimentos sem razão.
Adultos que não sabem o que realmente são.
Alienados, com interesses voltados apenas pelo Ter e não pelo Ser.

Ser Pedagogo é ter a missão de mudar não uma Educação retorcida, mas ser capaz de transformar a sociedade que ainda está por vir.
Pode ser ideologia pensar assim, mas como Pedagogos temos a capacidade de plantar hoje nesta sociedade tão carente de valores, sementes que um dia irão florescer.
E quem sabe essa mesma sociedade que hoje é tão infértil possa colher os frutos que só a Pedagogia pode dar.