quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Achei, fofo, por aí


                                                             nostalgieimkinderzimmer.de
                                                                       beau-coup.com


                                                                      fredflare.com



                                                                      amazon.com

                                                                  mothercare.com

                                                                   childrensplace.com

                                                                         dillards.com

                                                               rosenberryrooms.com




Selinho


Amei o selinho que ganhei do blog Caixinha da Adri por Adriana Alencar.
Veio com um questionário que fiz questão de responder.

1-Qual o seu objeto mais pessoal?
As inúmeras cartinhas que meu marido e eu trocamos na época de namoro.

2-Que tipo de música você prefere?
Sertanejo, Mpb e muitos clássicos que nunca saem de moda.

3-Tem alguma música em especial? Por que?
My First, my last, my everything - Berry White. Porque foi a música da nossa retrospectiva no casamento e a letra é tudo que a gente quer.

4-Gosta de ver fotos?
Depende, gosto de ver fotos de pessoas, momentos... Não tenho muita paciência para fotos repetitivas e paisagens.

5-Qual foi o último filme que viu no cinema?
Nossa, não me lembro. Rsrs

6-Você é convencido?
Não sei, mas tenho quase certeza que não e quase certeza que em alguns momentos sim.

7-Quais problemas mundias te preocupam mais?
A falta de Educação em todos os quesitos. Sem Educação nada pode ser avançado, não há compaixão, não há solução e cada um passa a pensar somente em si mesmo.

8-Até onde é capaz de ir por amor?
Humm, não sei.

9-Gosta de ler?
Gosto, porém não compro livros de ficção.

10-O que achas muito romântico?
Pequenas atitudes no dia a dia.

11-O que você acha da homossexualidade?
Cada um tem o direito de escolher com quem quer se relacionar, seja do mesmo sexo ou não.

12-Ainda faltam muitos sonhos para você realizar?
Muitos. Ser mãe, viajar muito, estudar bastante...

13-Você é capaz de morrer por alguém?
Sim, pelas pessoas que amo. Apesar de achar que o melhor é Viver pelas pessoas que eu amo.

14-Você acredita em horóscopo? Por que?
Mais ou menos, só quando bate alguma coisa.

15-Você é organizado?
Não, mas na minha bagunça eu me acho.

16-Você tem medo de andar de avião?
Muito, mas se não andar não saímos do lugar e não conhecemos nada.

17-Gosta de sol? Praia?
Adoro o clima de praia, a descontração, o calor... mas não sou daquelas que fica esticada tomando sol ou rolando na areia.

18-Você usa óculos?
Não, mas deveria.

19-O que você faz sábados pela manhã?
Fico esperando o café do marido e começo a planejar as mil e uma coisas pendentes para fazer em casa.

20-Você vê muita TV?
Não muito, assisto novela, séries e desenhos (amo).

21-Tens algum fetiche?
Tenho!!!

22-O que você mudaria no mundo?
Educação igualitária

23-Você é vaidoso (a)?
Teria que ser mais

24-Você gosta dos seus vizinhos?
Não sei nem quem são. Mundo moderno que ninguém tem tempo para conhecer quem dorme ao lado.

25-Gosta de sopas?
De creminho de mandioquinha com carne seca, só!

26-A que horas você se levanta?
Depende do dia, se não tenho compromisso vou até as 10h. Amo dormir, pena que não posso dormir como gostaria.

27-Partilhas teu quarto com alguém?
Com o meu marido

28-Você é uma pessoa simples?
Às vezes, tem horas que não vejo necessidade em complicar ou ter trabalho com algo. Mas tem horas que quero tudo mais que perfeito, então, fica mais complicado.

29-Você tem boa memória?
Não, estou igual à Dori do Nemo, rs.

30-Você vê desenho animado?
Amo de paixão!!!

31-Tens jeito para escolher presentes?
Tenho, pena que muitas vezes não tenho dinheiro suficiente para dar o que eu realmente gostaria.

32-Você já acampou?
Já, quando era pequena. Não gostei.

33-O que fazes na férias de verão?
Reflexão para o próximo ano.

34-Sais a noite? Onde costuma ir?
Casa de amigos, pizzaria, jantar com o marido... só coisas assim.

35-Primeira coisa que você lava no banheiro?
As mãos

36-Com quem você vai estar hoje à noite?
Com o meu marido.

37-O que você vai fazer amanhã?
Ir na clínica de estética ver se perco uns quilinhos

38-Qual foi a última vez em que você chorou?
Ontem

39-Estação preferida:
Verão

40-Alguma vez já bateu em alguém?
Já, no meu irmão. Brigas de crianças.

41-Qual foi a última pergunta que você fez?
Oi, e as novidades?
Para minha amiga.

42-Diz o que te vier à cabeça:
Preciso comer alguma coisa...
rsrs

Ser Pedagogo

Ser Pedagogo não é apenas ser Professora, Mestre, Tia, Coordenadora, Supervisora, Orientadora, Dona de escola.
É mais do que isso.
É ser Responsável.
Ser Pedagogo é ter coragem de enfrentar uma sociedade deturpada, equivocada sem valores morais nem princípios.
Ser Pedagogo é ser valente, pois sabemos das dificuldades que temos em nossa profissão em nosso dia a dia.
Ser Pedagogo é saber conhecer seu caminho, sua meta, e saber atingir seus objetivos.
Ser Pedagogo é saber lidar com o diferente, sem preconceitos, sem distinção de cor, raça, sexo ou religião.
Ser Pedagogo é ter uma responsabilidade muito grande
nas mãos.
Talvez até mesmo o futuro...
Nas mãos de um Pedagogo concentra- se o futuro de muitos médicos, dentistas, farmacêuticos, engenheiros, advogados, jornalistas, publicitários ou qualquer outra profissão...
Ser Pedagogo é ser responsável pela vida, pelo caminho de cada um destes profissionais que hoje na faculdade e na sociedade nem se quer lembram que um dia passaram pelas mãos de um Pedagogo.
Ser Pedagogo é ser mais que profissional, é ser alguém que acredita na sociedade, no mundo, na vida.
Ser Pedagogo não é fácil, requer dedicação, confiança e perseverança.
Hoje em dia ser Pedagogo em uma sociedade tão competitiva e consumista não torna-se uma profissão muito atraente, e realmente não é.
Pois os valores, as crenças, os princípios, os desejos estão aquém do intelecto humano.
Hoje a sociedade globalizada está muito voltada para a vida materialista.
As pessoas perderam- se no caminho da dignidade e optaram pelo atalho da competitividade, é triste pensar assim, muito triste pois este é o mundo dos nossos filhos, crianças que irão crescer e tornar- se adultos.
Adultos em um mundo muito poluído de idéias e sentimentos sem razão.
Adultos que não sabem o que realmente são.
Alienados, com interesses voltados apenas pelo Ter e não pelo Ser.

Ser Pedagogo é ter a missão de mudar não uma Educação retorcida, mas ser capaz de transformar a sociedade que ainda está por vir.
Pode ser ideologia pensar assim, mas como Pedagogos temos a capacidade de plantar hoje nesta sociedade tão carente de valores, sementes que um dia irão florescer.
E quem sabe essa mesma sociedade que hoje é tão infértil possa colher os frutos que só a Pedagogia pode dar.