domingo, 12 de setembro de 2010

Suri Cruise Fashion

Com apenas 4 anos de idade Suri Cruise já é considerada um ícone fashion!!

Toda vaidosa com a graça de menina.

É tão cut cut essa meninha toda vestidinha com esses modelinhos.

Só não concordo com os saltinhos, mas dizem que ela não consegue ficar mais de 5 minutos com eles. Salto não é coisa de criança, acredito que nem seja coisa de adultos, rsrs.

Clique aqui e veja como é prejudicial a criança usar saltos

Suri nasceu no dia 18/04/2006, seu nome significa princesa em hebraico, seus pais, Kate and Tom, são atores. Suri é o maior expoente mini-fashionista da atualidade!

Já segurando a sacolinha
Bailarina
De óculos escuros, mas que fashion
Lindinha demais, mas de saltinho... não é legal.
Quero um desse no meu tamanho
Estilo Gossip Girl
Esse é uma fofura, ideal para a idade
Lindinho para uma menina de 4 anos
Confortável
Ainda nenem
Adoro esse estilo de vestidinho
com saltinho e sem saltinho
sapatinho lindo, mas para uma moça da minha idade rsrs
Fala a verdade, é lindo!
Olha a calça!
estilosa
Suri adora Poá
Tem no meu tamanho? rs
Moda inverno
É mesmo uma princesinha
Dá-lhe Havaianas, todo mundo usa, até a Suri
Lindo modelinho, mas sem saltinho né Suri, você tem apenas 4 anos.
Não tem jeito, menina adora Make Up.
Botinha hiper fofa
Essa é a bolsinha de maquiagem dela? Nem a minha é assim! Ai ai ai ai. E esse saltinho?
Compra mamãe, compra mamãe...
É tudo muito fofo, o estilo Suri atrai muitos olhares e têm mães querendo fazer o mesmo em suas filhas.
Mas vale um alerta, antes de qualquer estilo, a criança tem que ser criança.
Hoje tem várias opções de encher aos olhos dos pais e das crianças. A mídia abusa e o mercado cresce.
Não sou contra moda e itens estilosos na infância, mas precisamos ser ter limites e ser conscientes.
As meninas adoram maquiagens e esmaltes, é natural, observa a mãe, a tia, a irmã mais velha se maquiando, então vai querer também. Que menina nunca brincou de colocar as roupas e os sapatos da mãe?
O médico dermatologista Wellington Furlan explica os risco de uma criança usar esmalte nas unhas: “O principal risco são as alergias, são chamadas de dermatites de contato, que podem ocorrer no local da aplicação, e também em outras partes do corpo como na pálpebra que é muito comum. O ideal é a criança não fazer a unha”.

Mas se for fazer a unha assim mesmo, é melhor escolher produtos à base de água, menos irritantes para a pele.
É saudável quando essa vaidade é apenas uma brincadeira, é prejudicial quando a criança quer se parecer com um adulto na forma de se vestir no dia-a-dia, preocupa-se demais com a imagem passa a ser a prioridade da criança, existe um impulso consumista por roupas e cosméticos.

O papel dos pais


- Os pais são as primeiras referências de uma criança. Eles devem dar o exemplo e ficar atentos com exageros em relação à sua própria vaidade

- É importante diferenciar o que é uma brincadeira de se maquiar em casa e o que é sair de casa para ir à escola, todos os dias, de maquiagem

- O acompanhamento do dia-a-dia da criança é fundamental

- O diálogo é sempre o melhor caminho. Converse com seu filho e mostre que há coisas mais importantes do que a supervalorização da beleza física

- Incentive a criança a se aceitar como ela é

Não acho que seja o caso de reprimir, e sim adequar esses detalhes à rotina da criança

fonte:
Folha Online
Globo.com

Ser Pedagogo

Ser Pedagogo não é apenas ser Professora, Mestre, Tia, Coordenadora, Supervisora, Orientadora, Dona de escola.
É mais do que isso.
É ser Responsável.
Ser Pedagogo é ter coragem de enfrentar uma sociedade deturpada, equivocada sem valores morais nem princípios.
Ser Pedagogo é ser valente, pois sabemos das dificuldades que temos em nossa profissão em nosso dia a dia.
Ser Pedagogo é saber conhecer seu caminho, sua meta, e saber atingir seus objetivos.
Ser Pedagogo é saber lidar com o diferente, sem preconceitos, sem distinção de cor, raça, sexo ou religião.
Ser Pedagogo é ter uma responsabilidade muito grande
nas mãos.
Talvez até mesmo o futuro...
Nas mãos de um Pedagogo concentra- se o futuro de muitos médicos, dentistas, farmacêuticos, engenheiros, advogados, jornalistas, publicitários ou qualquer outra profissão...
Ser Pedagogo é ser responsável pela vida, pelo caminho de cada um destes profissionais que hoje na faculdade e na sociedade nem se quer lembram que um dia passaram pelas mãos de um Pedagogo.
Ser Pedagogo é ser mais que profissional, é ser alguém que acredita na sociedade, no mundo, na vida.
Ser Pedagogo não é fácil, requer dedicação, confiança e perseverança.
Hoje em dia ser Pedagogo em uma sociedade tão competitiva e consumista não torna-se uma profissão muito atraente, e realmente não é.
Pois os valores, as crenças, os princípios, os desejos estão aquém do intelecto humano.
Hoje a sociedade globalizada está muito voltada para a vida materialista.
As pessoas perderam- se no caminho da dignidade e optaram pelo atalho da competitividade, é triste pensar assim, muito triste pois este é o mundo dos nossos filhos, crianças que irão crescer e tornar- se adultos.
Adultos em um mundo muito poluído de idéias e sentimentos sem razão.
Adultos que não sabem o que realmente são.
Alienados, com interesses voltados apenas pelo Ter e não pelo Ser.

Ser Pedagogo é ter a missão de mudar não uma Educação retorcida, mas ser capaz de transformar a sociedade que ainda está por vir.
Pode ser ideologia pensar assim, mas como Pedagogos temos a capacidade de plantar hoje nesta sociedade tão carente de valores, sementes que um dia irão florescer.
E quem sabe essa mesma sociedade que hoje é tão infértil possa colher os frutos que só a Pedagogia pode dar.