sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Sábado na livraria cultura

Livraria Cultura para Criança nesse final de semana

Circuito Estadinho - As esculturas de Rodin
Com o Professor Sassá

O jornal O Estado de S. Paulo e a Livraria Cultura promovem, pelo quarto mês consecutivo, o Circuito Estadinho, com atividades relacionadas ao universo das artes, com contação de histórias e oficinas variadas para crianças de 6 a 10 anos. No mês de setembro, a programação celebra uma homenagem às artes plásticas, com muita diversão e interatividade. Em todos os sábados do mês, o Circuito Estadinho estará em uma das unidades da Livraria Cultura, sempre a partir das 15h. A programação está repleta de atividades que colocam as crianças no centro das artes. Conduzidas por profissionais de destaque na educação infantil, as contações de histórias e oficinas levam as crianças a esse mundo. Neste sábado, o professor Sassá realizará, na Livraria Cultura, uma oficina de esculturas de papel, baseado na obra do escultor Auguste Rodin.


Tema: Circuito Estadinho - As esculturas de Rodin
11/09 às 15 horas

Unidade: Bourbon Shopping São Paulo
Endereço: R. Turiassu, 2100 - Perdizes - São Paulo/SP
Local: Auditório
Horário de funcionamento da loja:
Segunda a Sábado - 10h às 22h
Domingos e Feriados - 14h às 20h

A atividade é gratuita, mas as vagas são limitadas, portanto chegue cedo!

Mais do Professor Sassá aqui
 
 
 
 
 
 
Pequenas grandes histórias da terra milenar
 
Neste sábado, a Livraria Cultura exibirá um espetáculo que tem como fio condutor as histórias contidas no livro 'Lendas indianas – Pequenas grandes histórias da terra milenar', que por sua vez recontou episódios das epopeias Ramayana e Mahabharata. No decorrer da apresentação, os atores/contadores de histórias utilizam-se de recursos do teatro de animação (bonecos e teatro de sombra) e as narrativas são entremeadas pela música e dança indiana, apresentadas ao vivo pela Cia. Rasananda, do Espaço Rasa.


Tema: Pequenas grandes histórias da terra milenar
11/09 às 16 horas
Unidade: Shopping Villa-Lobos
Endereço: Av. Nações Unidas, 4777 - Jardim Universidade Pinheiros - São Paulo/SP
Local: Auditório
Horário de funcionamento da loja:
Segunda a Sábado - 10h às 22h
Domingos e Feriados - 14h às 20h
Classificação etária: a partir de 2 anos.
Sujeito a lotação. Capacidade de 129 lugares.









Clubinho Mais Cultura - O HINO NACIONAL


Que tal saber um pouco mais sobre o nosso hino nacional? Então venha aprender e criar junto com a arte educadora da turma do Zeki uma bonita coreografia com tecidos verde e amarelo para apresentarmos no Clubinho mais cultura na semana da Pátria. Não fique fora dessa diversão!

DURAÇÃO: 1 hora
Tema: Clubinho Mais Cultura - O HINO NACIONAL
11/09 às 16 horas

Unidade: Shopping Market Place
Endereço: Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 - Vila Cordeiro - São Paulo/SP
Horário de funcionamento da loja:
Segunda a Sábado - 10h às 22h
Domingos e Feriados - 12h às 20h

 
 
 
 
 
 
Oficina Barbie - Moda e Magia
 

Neste sábado, traga sua filha para participar da 'Oficina Barbie Moda e Magia', em que as crianças vão aprender a montar a presilha que a Barbie usa no filme. Nesta atividade, as crianças receberão estrelinhas de plástico e de EVA, gliter, tic tac e cola.




Tema: Oficina Barbie - Moda e Magia
11/09 às 16 horas
Unidade: Conjunto Nacional
Endereço: Av. Paulista, 2073 - Bela Vista - São Paulo/SP
Local: Setor Infantil
Horário de funcionamento da loja:
Segunda a Sábado - 9h às 22h
Domingos e Feriados - 12h às 20h
Classificação etária: a partir de 5 anos.

 
 
 
 
 
 
Contação de histórias - Clássicos recontados
 

Nesta tarde, a Livraria Cultura receberá a Companhia La Mariquita para a contação 'Clássicos recontados', na qual as crianças poderão conhecer outras aventuras de famosas personagens da literatura, como a Chapeuzinho Vermelho, Rapunzel e Cinderela
 

Tema: Contação de histórias - Clássicos recontados
11/09 às 17 horas
Unidade: Shopping Villa-Lobos
Endereço: Av. Nações Unidas, 4777 - Jardim Universidade Pinheiros - São Paulo/SP
Local: Espaço infantil
Horário de funcionamento da loja:
Segunda a Sábado - 10h às 22h
Domingos e Feriados - 14h às 20h
Classificação etária: a partir de 3 anos.

Para continuar Amando após o parto

Continue amando a si e ao parceiro


Hoje a sociedade espera que a mulher seja a "super -mulher", que assume o trabalho doméstico, seja produtiva no trabalho, tenha uma relação conjugal boa o suficiente, cuide de sua aparência e também suas relações interpessoais.

Não é a sociedade que cobra, as mulheres que se deixam ser cobradas.

Assumir o papel de “super mulher” pode ser difícil, ainda mais após a gravidez.

Durante a gestação é preciso assumir a si mesma que o momento é delicado, expresse seus sentimentos, busque ajuda quando necessário. Diga tudo que sente ao parceiro, só assim ele poderá ajudá-la.

Mas o que acontece quando o bebê chega? Deixo de ser mulher para ser somente mãe?

Não se deve separar o lado mulher e o lado mãe, para ser mãe precisa ser mulher. Afinal, não existem lados. Você é Mulher que tem desejos.

De repente, você experimentará grandes mudanças, começando pelo lado de fora, você poderá se sentir insegura sobre o seu corpo, não gostando do que vê no espelho, para algumas mulheres isso leva à depressão. Seu humor também será determinado por alterações hormonais.

A maior mudança é emocional, porque você pode ter sentimentos de felicidade pelo bebê, mas também ansiedade, stress pelas novas tarefas e papéis a desempenhar. É importante que seu parceiro esteja presente para que você e nem ele se sintam excluídos ou abandonados.

Não é porque o bebê nasceu que você vai deixar a paixão esfriar, mesmo no período que as relações sexuais precisam ser evitadas, o carinho precisa estar presente, não pode deixar de namorar e curtir momentos á dois.

Aqui todas as respostas para dúvidas pós parto.

O bebê exige muitos cuidados, no entanto, a mamãe não deve negligenciar o relacionamento. Pode ser difícil no início, sentirá muito cansaço, terão ainda mais tarefas domésticas e muitas visitas. O importante é organizar os seus horários, não deixar que os visitem sem avisar previamente e a gradualmente retome a sua vida sexual. Incentive o romance através de detalhes, como presentinhos, bilhetinhos, aquele filminho no fim da noite, jantar a dois mesmo que em casa, são situações aparentemente banais, mas elas fortalecem a intimidade e levam a caricias, que acendem a libido.

É um momento novo para o pai também, faça com que se sinta amado e especial. O casal precisa ser criativo para dar vida e continuidade na relação conjugal, vocês não deixaram de ser casal para serem apenas pais.

Estudos da Associação dos Profissionais de Saúde Reprodutiva, nos Estados Unidos, mostram que a volta do desejo, do prazer, da freqüência das relações aos níveis anteriores à gravidez pode demorar até um ano. Mas os números não são desculpa para descuidar do relacionamento, esperando que bons momentos ressurjam em um passe de mágica.

É preciso encontrar tempo para a relação em casal.

O cansaço e o envolvimento com a rotina da casa e do bebê fazem cair também a libido masculina. A redescoberta do prazer é um caminho para vocês trilharem juntos.

Cuide do corpo, não deixe que a atenção com o bebê a faça relaxar. Os homens são extremamente sensíveis ao estímulo visual. Só porque ainda não dá para usar aquela lingerie super sexy que você vai colocar um agasalho velho ou passar o dia de camisola. Há lindas peças de homewear para você ficar confortável.

Se as situações de ansiedade, stress e culpa permanecerem, é importante consultar um especialista para ajudá-la a analisar e compreender as suas causas. Também visite o seu ginecologista para exames e sobre métodos contraceptivos para um planejamento familiar mais adequado.

Delicada e vaidosa desde pequena

Visitando blogs e sites por aí achei essas fotos doces e super femininas.
Essas fotos são da Naomi V, visitem o site e vejam mais fotos.
O figurino encatador pertence à Enfant Et Momie.
Todo conteúdo você encontra aqui, nesse blog bem delicioso.

Divertido e elegante, Yummy Mummies & Mini Me é um lindo site de compras, cheio de itens para curtir a maternidade, moda infantil e acessórios.




Ser Pedagogo

Ser Pedagogo não é apenas ser Professora, Mestre, Tia, Coordenadora, Supervisora, Orientadora, Dona de escola.
É mais do que isso.
É ser Responsável.
Ser Pedagogo é ter coragem de enfrentar uma sociedade deturpada, equivocada sem valores morais nem princípios.
Ser Pedagogo é ser valente, pois sabemos das dificuldades que temos em nossa profissão em nosso dia a dia.
Ser Pedagogo é saber conhecer seu caminho, sua meta, e saber atingir seus objetivos.
Ser Pedagogo é saber lidar com o diferente, sem preconceitos, sem distinção de cor, raça, sexo ou religião.
Ser Pedagogo é ter uma responsabilidade muito grande
nas mãos.
Talvez até mesmo o futuro...
Nas mãos de um Pedagogo concentra- se o futuro de muitos médicos, dentistas, farmacêuticos, engenheiros, advogados, jornalistas, publicitários ou qualquer outra profissão...
Ser Pedagogo é ser responsável pela vida, pelo caminho de cada um destes profissionais que hoje na faculdade e na sociedade nem se quer lembram que um dia passaram pelas mãos de um Pedagogo.
Ser Pedagogo é ser mais que profissional, é ser alguém que acredita na sociedade, no mundo, na vida.
Ser Pedagogo não é fácil, requer dedicação, confiança e perseverança.
Hoje em dia ser Pedagogo em uma sociedade tão competitiva e consumista não torna-se uma profissão muito atraente, e realmente não é.
Pois os valores, as crenças, os princípios, os desejos estão aquém do intelecto humano.
Hoje a sociedade globalizada está muito voltada para a vida materialista.
As pessoas perderam- se no caminho da dignidade e optaram pelo atalho da competitividade, é triste pensar assim, muito triste pois este é o mundo dos nossos filhos, crianças que irão crescer e tornar- se adultos.
Adultos em um mundo muito poluído de idéias e sentimentos sem razão.
Adultos que não sabem o que realmente são.
Alienados, com interesses voltados apenas pelo Ter e não pelo Ser.

Ser Pedagogo é ter a missão de mudar não uma Educação retorcida, mas ser capaz de transformar a sociedade que ainda está por vir.
Pode ser ideologia pensar assim, mas como Pedagogos temos a capacidade de plantar hoje nesta sociedade tão carente de valores, sementes que um dia irão florescer.
E quem sabe essa mesma sociedade que hoje é tão infértil possa colher os frutos que só a Pedagogia pode dar.