segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Aprendam com esses bebês

Essa é a primeira lição do Blog!!!

Pra entender o Erê, tem que tá moleque...

A foto foi retirada do site www.childrenshomeofrdg.org/

Uma música do grupo Cidade Negra começa assim e tem o título de O Erê.
A palavra Erê vem do dialeto Africano (YORUBÁ): criança.
Assim como uma uma criança, quero te atender com honestidade, alegria e muito amor.
Não tem nada a ver com religiões é apenas uma palavra que significa criança.
Escolhi o título "tem que tá moleque", pois esse será um espaço voltado para pais, educadores, titias, madrinhas e todos que admiram e querem entender as nossas crianças.
Para entrar nesse mundo encantado e cheio de descobertas você precisa entrar dentro de si mesmo, pois já foi crianças, não pulou essa etapa da vida para chegar até aqui. Terá que buscar a criança que foi, que gostaria de ter sido e a que é, isso mesmo, a criança que você é, porque o Lúdico e a Fantasia não saem de nossa vida.
Por isso "tem que tá moleque" (tem que ser, se transformar e voltar a ser criança), para no mesmo parâmetro entender o mundo mágico da infância.
Hoje em dia, a criança deixou de ser o adulto em miniatura que era até o século XIX. Na verdade ela nunca foi um adulto, a sociedade da época fazia com que nossos seres amados fossem vistos como seres passivos, tábulas rasas.
Ainda bem que hoje há um consenso entre educadores, psicólogos e médicos do quanto essa visão estava equivocada.
Nesse novo contexto surgiram respostas e também perguntas em relação a saúde, educação, desenvolvimento físico e psíquico.
Economicamente a criança movimenta um imenso mercado de produtos. Agora ela tem voz, tem gostos, faz suas próprias escolhas e dominam a tecnologia de games e computadores melhor que qualquer adulto. Infelizmente isso em classes mais privilegiadas.
No campo das ciência os avanços e novas pesquisas surgem a cada dia, com isso a infância tornou-se mais compreendida e protegida. No que diz respeito à saúde do corpo, podem ser percebidos com a preocupação de diagnósticos precoces, vacinação, medidas de higiene.
É preciso aproximar se da infância como um problema e não como uma evidência.
Digo problema em forma de indagação, de pesquisa e evidência querendo dizer que não sabemos tudo sobre a infância.
Então vamos virar moleques, molecas, meninos, meninas, pueri, pequenos e vamos crescer junto com eles.

Que bom que você leu e aprendeu. Se tiver algo à compartilhar comente!


Beijinhos!

Ser Pedagogo

Ser Pedagogo não é apenas ser Professora, Mestre, Tia, Coordenadora, Supervisora, Orientadora, Dona de escola.
É mais do que isso.
É ser Responsável.
Ser Pedagogo é ter coragem de enfrentar uma sociedade deturpada, equivocada sem valores morais nem princípios.
Ser Pedagogo é ser valente, pois sabemos das dificuldades que temos em nossa profissão em nosso dia a dia.
Ser Pedagogo é saber conhecer seu caminho, sua meta, e saber atingir seus objetivos.
Ser Pedagogo é saber lidar com o diferente, sem preconceitos, sem distinção de cor, raça, sexo ou religião.
Ser Pedagogo é ter uma responsabilidade muito grande
nas mãos.
Talvez até mesmo o futuro...
Nas mãos de um Pedagogo concentra- se o futuro de muitos médicos, dentistas, farmacêuticos, engenheiros, advogados, jornalistas, publicitários ou qualquer outra profissão...
Ser Pedagogo é ser responsável pela vida, pelo caminho de cada um destes profissionais que hoje na faculdade e na sociedade nem se quer lembram que um dia passaram pelas mãos de um Pedagogo.
Ser Pedagogo é ser mais que profissional, é ser alguém que acredita na sociedade, no mundo, na vida.
Ser Pedagogo não é fácil, requer dedicação, confiança e perseverança.
Hoje em dia ser Pedagogo em uma sociedade tão competitiva e consumista não torna-se uma profissão muito atraente, e realmente não é.
Pois os valores, as crenças, os princípios, os desejos estão aquém do intelecto humano.
Hoje a sociedade globalizada está muito voltada para a vida materialista.
As pessoas perderam- se no caminho da dignidade e optaram pelo atalho da competitividade, é triste pensar assim, muito triste pois este é o mundo dos nossos filhos, crianças que irão crescer e tornar- se adultos.
Adultos em um mundo muito poluído de idéias e sentimentos sem razão.
Adultos que não sabem o que realmente são.
Alienados, com interesses voltados apenas pelo Ter e não pelo Ser.

Ser Pedagogo é ter a missão de mudar não uma Educação retorcida, mas ser capaz de transformar a sociedade que ainda está por vir.
Pode ser ideologia pensar assim, mas como Pedagogos temos a capacidade de plantar hoje nesta sociedade tão carente de valores, sementes que um dia irão florescer.
E quem sabe essa mesma sociedade que hoje é tão infértil possa colher os frutos que só a Pedagogia pode dar.